Perguntas Frequentes - Safer

Perguntas Frequentes

Respostas a perguntas frequentes

Os equipamentos existentes no condomínio (câmeras, DVR, interfones, cerca elétrica, etc) são utilizados no projeto de portaria remota?

Em 90% dos equipamentos conseguimos integrar com o nosso sistema de portaria remota, ou seja, utilizamos os mesmos no projeto do condomínio. Para maior assertividade é necessário uma visita técnica ao condomínio, onde nosso técnico faz a análise dessa questão.

Quais despesas serão de responsabilidade do condomínio na instalação e preparação do sistema remoto até seu funcionamento pleno?

Para implantação da Portaria Remota Safer, não é necessário obras no condomínio, como por exemplo a clausura. Este fica a critério do síndico e condôminos em relação à segurança do edifício. Tudo está contemplado no projeto, como cabeamento, instalação de câmeras adicionais, equipamentos de automação e tudo necessário para o funcionamento da portaria remota.

A abertura do portão de pedestres é possível somente por TAG, ou também por senha ou digital? Também é possível pelo Porteiro Virtual?

A abertura do portão em casos de visitantes (não condôminos) é realizada pelo nosso porteiro remoto, via comando diretamente da nossa base blindada. Para esse comando é necessário que o portão seja motorizado, o que fica a critério do síndico incluir a motorização ou não no projeto de portaria remota. Sendo assim, 100% dos eventos no condomínio estão sob controle do mesmo. Para condôminos existirão as Tags, tecnologia já inclusa no projeto. Porém, também trabalhamos com uma tecnologia que faz a leitura das Tags junto a leitura biométrica. Para maior assertividade no projeto, é necessário uma visita técnica ao condomínio.

Registro de entregadores mantido por 30 dias, porém nova entrada se dará somente com nova autorização do condômino?

100% dos casos (visitantes) devem ser autorizados (previamente ou no ato). Mesmo que uma pessoa vá no condomínio todos os dias, e não possuir TAG ou QR CODE, o morador responsável por este visitante terá que autoriza-lo sempre. Este protocolo de segurança é realizado para poder ter maior assertividade e controle no acesso, evitando qualquer tipo de ocorrências.

Um Condomínio é monitorado por um único Porteiro Virtual? Esse Porteiro Virtual sozinho monitora quantos Condomínios? Como é esse processo de monitoramento?

Um porteiro (controlador de acesso) controla/monitora até no máximo 4 condomínios. É importante ressaltar que tanto o controlador/porteiro de um condomínio (atuando no local) ou o remoto (no nosso caso), tem como função principal o controle de acesso de moradores.

Com a ajuda de tecnologia (sistema, sensores, câmeras e equipamentos), este controlador consegue ter maior controle sobre os acontecimentos dentro do condomínio, trazendo maior segurança para o condomínio.

Qual o tempo médio que o Porteiro leva para atender um visitante ou um chamado pelo interfone e abrir o portão? Fica muito tempo esperando na calçada?

Nosso atendimento é quase que imediato. Temos uma quantidade considerável de colaboradores, principalmente em horários de pico (manhã e fim de tarde), para que o atendimento seja realizado no menor tempo possível. Em média os atendimentos duram 1 minutos, considerando desde o toque no interfone, identificação do visitante ou morador, contato com o condômino e liberação da entrada. Caso queira conhecer o funcionamento de um condomínio em operação, convidamos você para uma visita em um de nossos clientes. Basta marcarmos com antecedência. No caso de condôminos, 100% deles terão um cadastro prévio, o que garante o acesso imediato através de tags ou pelo Aplicativo SAFER Portaria Remota (QR Code).

Quem abre o 2º portão da clausura da entrada de pedestre? Para o visitante, para o prestador de serviço ou para o condômino?

O Condômino possui a TAG na qual faz a liberação em ambas as entradas de acesso. Para visitantes e prestadores de serviços este controle é realizado por nosso porteiro remoto/virtual.

Além dos 2 portões de pedestres (entrada da rua e clausura), se o condomínio tiver o portão do hall principal e o de serviço. Como se fará a abertura dos mesmos, hoje feita pelo porteiro?

Todas as entradas de acesso são 100% monitoradas pelo nosso porteiro remoto, mesmo quando o condômino possui acesso. Será instalado o mesmo equipamento nessas entradas de acesso,  possibilitando apenas o acesso dos condôminos. Demais eventos serão controlados/monitorados por nosso porteiro remoto.

Como é feita a entrada de empregados e prestadores de serviços?

Os prestadores de serviços serão cadastrados em nossa central, no qual terão acesso apenas no dia e horário autorizado pelo condômino, onde será liberado pelo porteiro remoto. Nestes casos podem utilizar o QR CODE de visitante ou até TAGs (se o morador quiser cadastra-lo).

Este procedimento funciona tanto para funcionários do condomínio, como também para prestadores de serviços dos apartamentos (diaristas, técnicos, etc).

A internet é a parte? Se sim, qual a empresa e valor mensal? Ela é dedicada a Portaria Virtual com conexão ponto a ponto? Necessário uma 2a rede de internet, dessas hoje populares no mercado?

Atualmente trabalhamos com a tecnologia fibra, link ponto-a-ponto, a mesma tecnologia utilizada em bancos. Essa tecnologia permite maior segurança, onde não sofremos variações causadas pela internet. Caso o cliente opte por internet comum, é necessário disponibilizar 02 links de internet.

Os serviços emergenciais em caso de defeitos em portões (ex. sistema de abertura, motores, etc.), câmeras, interfones serão todos responsabilidade de quem? inclusive custos?

Por contrato, a SAFER assume toda a manutenção dos portões e periféricos. Já está incluso nos custos.

Já problemas ou defeitos estruturais, como quebra de vidro, portão entortado, esta responsabilidade é do condomínio.

Qual o tempo médio para o envio de porteiro físico, no caso de defeito no sistema remoto?

A Safer Portaria Remota possui um SLA de até 01 hora para atendimento, porém a nossa média de atendimento é de 20 minutos (calculando a abertura do chamado e atendimento/chegada no local). O tempo de atendimento/manutenção dependerá muito do tipo de problema ocorrido.

Quem aciona o(s) técnico(s) para o(s) reparo(s) e, o(s) custo(s) são dela ou algum valor é repassado para o Condomínio?

Todo o contato e relacionamento é com o síndico. Na grande maioria das vezes não existe custo de reparos ou manutenção, pois a SAFER Portaria Remota assume toda parte de manutenção de portas e equipamentos utilizados para o controle de acesso remoto.

Em casos atípicos como vandalismo, acidentes, entre outros, é verificado pelas câmeras (gravação) o motivo da ocorrência, e caso positivo, de fato os custos são repassados ao condomínio.

Importante informar que por contrato, a SAFER Portaria Remora fica responsável pela manutenção dos portões e todos periféricos utilizados no controle de acesso do condomínio.

A Central de monitoramento está localizada em Santos?

Hoje a Safer Portaria Remota, é líder em portaria 100% remota na baixada. Possuindo base blindada em duas cidades, Santos (canal 02) e em Praia Grande (Boqueirão).

Como e a quem é feita a comunicação caso se identifique algum defeito por um Condômino? E na situação inversa? E caso seja identificada uma invasão pelo Condômino ou Portaria?

Temos um canal de atendimento específico entre síndico e SAFER, onde toda abertura de chamados é realizada por este canal. Caso seja identificado qualquer sinal de invasão nós acionamos a Polícia Militar e também comunicamos o síndico.

Quem são as pessoas contatadas no Condomínio para informar ou orientar sobre alguma falha, ocorrência e ou emergência? Se o Sindico, na falta dele serão quantos níveis abaixo?

Além do síndico, geralmente temos o contato do sub síndico ou membros do conselho.
Mas é importante centralizarmos a comunicação com uma pessoa.

Como é feito o contato do responsável por uma festa (no condomínio), se ele também está na festa, e em caso de alguma dúvida sobre um convidado que não esteja na lista?

Em casos de eventos é necessário o encaminhamento prévio de uma lista de convidados para a Safer portaria remota. Onde o porteiro remoto estará com a listagem disponível no dia e horário da festa.

Para maior segurança, o morador deve encaminhar os convites através do Aplicativo, onde os visitantes; convidados terão acesso rápido pelo QR code.

No caso de um eventual esquecimento, ou falta de aviso, o morador será acionado através do seu celular, onde o controlador informa o nome da pessoa, e o morador libera ou não a entrada.

Qual a rotina/frequência de inspeção dos equipamentos (câmeras, portões, no breaks, infra-vermelho, etc) e sistema. Preventiva ou só corretiva?

Hoje a SAFER utiliza o maior e melhor sistema de automação e portaria remota do país, o que possibilidade termos um sistema totalmente preventivo.

De 70 em 70 segundos é enviado um pulso elétrico para cada periférico do sistema de automação. Então caso seja identificado qualquer problema, é aberto automaticamente um chamado para verificação e manutenção.

Exemplo: Se uma porta ficar aberta (independente do motivo), no máximo em 70 segundos já teremos a ocorrência gerada, onde será realizado procedimentos de verificação, podendo chegar até a necessidade de uma manutenção no local.

Meu condomínio já possui alguns contratos, como exemplo: Segurança Remota, Câmeras e Portões, Cerca elétrica. Estes não serão mais necessários?

Não, dentro do contrato SAFER já está incluso estes serviços. No caso de segurança remota, é necessário que seja realizado uma inspeção e diagnóstico de risco para ser realizado um projeto mais adequado. Ou seja, é necessário uma visita técnica no local.

Os portões de autos continuarão sendo abertos somente pelo Condômino?

Sim. Será entregue 01 controle (ou mais) veicular por vaga/condômino. Hoje trabalhamos com 01 controle veicular anti clonagem e botão anti-pânico.

Porém é possível instalar um totem de atendimento na entrada veicular, mas não é muito habitual. Todos os controles de acessos são adquiridos de forma individual pelos moradores, ou em alguns casos, pode-se incluir a aquisição no projeto total do condomínio

Caso posterior a implantação, decidamos por alguma mudança de melhoria física, como exemplo instalação de clausura nas entradas de autos, a alteração no sistema terá algum custo para o Condomínio (exceto a aquisição e instalação física dos portões)?

Não teria custo, a menos que tivesse a instalação de algum equipamento extra ou algum modificação estrutural no projeto. De todo modo, é necessário uma avaliação prévia desta mudança pelos nossos técnicos.